domingo, 8 de abril de 2018

domingo, 1 de abril de 2018

Papagaios!

Um papagaio pintado de branco
não se transforma numa garça.
Nem mesmo em pombo da paz.
Será sempre um papagaio
branco
enquanto a tinta durar
branco
enquanto houver me enganar
branco.
Muito branco.

domingo, 25 de março de 2018

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Chega na manhã

Chega na manhã.
O jeito do olhar assim,
desacostumado.

Então, contempla a cidade
orvalhada nas querências.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

domingo, 17 de dezembro de 2017

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

História

Talvez não seja
o que vale mais.
Ao menos isso
há de me valer.

Talvez não tenha
uma só razão.
Porque haveria
outra dedução.

Talvez você
saiba o que fazer.
Eu não me mexo
a sair daqui.

Talvez a gente
ainda se encontre.
Onde a palavra
arrisque a distância.

Ou vá que acabe
sem ter início.
E faça história
sem mais talvez.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

sábado, 16 de setembro de 2017

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

terça-feira, 18 de julho de 2017

Casa Posselt

Ao amigo Alvaro Posselt.
Aos amigos da Casa Posselt.

Era uma noite de inverno, e a Casa Posselt estava aquecida pela amizade. Encontrei conhecidos e fui apresentado a novos amigos. A alegria era muita, até errei meu nome nas apresentações. O motivo do encontro era celebrar a vida, e deu certo. Entre risadas, comida e música, aconteceu mais uma história para ser guardada e lembrada.

No meio, a fogueira.
A cantoria, a conversa,
o olhar duradouro.

terça-feira, 11 de julho de 2017

sábado, 1 de julho de 2017